Disponível: Em estoque

R$38,00
OU
Descrição

Detalhes

Em tempos tão duros, as palavras perderam a leveza. O nível do discurso se rebaixou, a fala cedeu lugar ao grito ou à ausência de significado. Prevalece o vitupério, a infâmia, o dedo no olho, a afronta — ou a verborragia ególatra. Na era de virtualidades narcísicas e simulações de convívio, os sentidos se esgarçaram, a singularidade da vida se esvaiu, os afetos quedaram liquefeitos. Nos compartilhamentos de vazios e irrelevâncias das redes insociáveis, o espaço público dissolveu-se, deteriorou-se, ruiu para dentro do oco do próprio abismo. Daí a necessidade de livros como este Palavras resistem ao tempo , de meu querido amigo Rogério Silva. Permita-se, caro leitor, o refúgio voluntário para um lugar de silêncio e solidão antes de virar a página. Os poemas que irá ler aqui exigem remanso, atenção às sutilezas, reencontro com o vagar do corpo e a desintoxicação radical do espírito. São pequenas peças de uma artesania delicada e branda — e, por isso mesmo, imensamente eloquentes. Os versos curtos, minimalistas, desenham a página com a mesma suave elegância das ilustrações de Lia Nasser. Este livro, na verdade, é uma preciosa declaração de amor à palavra, um convite a outra fruição do tempo, uma chance de reencontro com nossa ternura perdida. Uma vez mergulhados na poesia, enfim refeitos na complexidade de nossa vida interior, tracemos então o necessário caminho de volta. Reaprendamos a possibilidade concreta do exercício cotidiano do diálogo, da alteridade e da cortesia. Sem as quais a existência é apenas ruído, dissipação, animosidade, cansaço e rancor. Lira Neto
Avaliações

Nenhuma avaliação até o momento

Queremos saber sua opinião

Produto: Palavras resistem ao tempo

Como você avalia este produto? *

 
1
2
3
4
5
Qualidade
Preço

Comentários do Cliente 0 item(s)